terça-feira, 15 de novembro de 2011

Renúncia

"Muitas pessoas rejeitam a religião e a moral porque elas pregam a renúncia, o sacrifício, e eles não têm vontade nenhuma de renunciar e de se sacrificar! Mas porquê? Porque ainda não compreenderam bem o significado disso nem os benefícios que daí podem tirar. A ren úncia não é uma privação. Renunciar é somente deslocar-se, fazer num plano superior o que até aí se fazia num plano inferior. Por exemplo: em vez de continuar a beber água dos pântanos, que está cheia de micróbios, simbolicamente falando, habituais-vos a beber água de uma fonte pura e cristalina. Não beber é a morte. Aquele que diz: «Não beberei mais!» fica seco e morre. É a água dos esgotos que ele deve renunciar a beber, a fim de beber a água celeste."

Um comentário:

lu nephesh disse...

Afim de suprir os anseios de nossas almas, nos deixamos trair por nossos próprios desejos e ambições. Renunciar a nós mesmos, se preciso.

Buscar neste blog